FOGO

18.4.12



A CHAMA

Chama que dança com a escuridão
Ao som da melodia que queima
E ela brilha, ela oscila
Mas nunca se apaga

Sabias que a paixão pela vida
Não precisa de combustível
Para continuar 
Queimando?

Chama, continue dançando!

(Jeronimo Sanz)

Mais uma parceria com o poeta Jeronimo Sanz. Esse trabalho é um dos mais especiais que já fiz, pois contém vários significados: de coisas que tenho vivido, superado, me deixado levar... Foi difícil colocar a bailarina numa boa posição, colorir o véu, mas gostei bastante do resultado final. E mais ainda com o poema do Jeronimo, que novamente não viu o desenho antes de escrever, mas conseguiu captar cada sentimento que coloquei no papel.
Já trabalhamos com a TERRA e o FOGO... mais dois elementos ainda virão! 

Grande abraço,
Lidiane

Veja também

2 Comentários

  1. Parabéns a ti e ao Jeronimo. Intenso poema.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado, Thaís Martins!

    E obrigado mais uma vez Lidi por abrir espaços para a criatividade incendiar e dançar por aqui!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso do blog clicando aqui.

Subscribe