Inspiração: Diagramação

15.4.13

Olá pessoal!

Desde que comecei a trabalhar com diagramação, costumo ir periodicamente à livraria buscar referências. Essas são minhas últimas aquisições, algumas compradas aqui em Rio Grande, outras encomendadas pela internet e, ainda, um presente. São títulos bastante especiais, que namorava há horas. Tem de tudo: dos Irmãos Grimm, passando por um romance de fantasia nacional, até chegar a ninguém menos que Edgar Allan Poe. Esquizofrenia literária detected!


Esta aqui é a nova edição de A lenda do cavaleiro sem cabeça (aquele mesmo, que virou filme, mas não se anime, pois a história é bastante diferente), de Washington Irving. O título faz parte da coleção Eternamente Clássicos, do selo Leya, que conta ainda com outros livros, a preços bem acessíveis. As ilustrações são de Walter Pax e dão um tom sombrio a cada página.


Branca de Neve, dos Irmãos Grimm, ficou com uma estética pra lá de Tim Burton com as ilustrações da talentosa Camille Rose Garcia. São desenhos expressivos (a madrasta tem 4 olhos!), e o projeto gráfico de Roberto de Vicq dialoga muito bem com as figuras. Gosto dos contos de fada em suas versões originais, pois são realmente macabros... sapatos de ferro sobre carvões em brasa tiram o sono de qualquer criança que ouça a história antes de dormir.


O Antonio me presenteou com o livro A Fada, da Carolina Munhóz. Já tinha me interessado pela estética dele ao ver fotos publicadas em alguns blogs literários. A diagramação é repleta de borboletas e a abertura dos capítulos lembra um diário. Estou lendo esse livro no momento e gostando da história, sem falar que a capa e o projeto gráfico são lindos.


Esse volume de uma coleção da Publifolha dizia ter ênfase na arte oriental. Como são poucos títulos com essa temática, resolvi comprar, mas me decepcionei. Ele estava lacrado e, quando abri, vi uma profusão de pinturas do período Rococó, enquanto as obras orientais são analisadas en passant e não recebem metade da atenção das europeias!


Por fim, um sonho: Contos de Imaginação e Mistério, do Edgar Allan Poe. Uma palavra define o livro: luxo! Repleto de ilustrações do irlandês Harry Clarke, esta edição baseia-se na de 1919, publicada originalmente pela George G. Harrap & Co. O livro ainda conta com posfácio de Charles Baudelarie!

Parece meio estranho juntar tantos estilos, mas é que curto não só as histórias, como também todo o trabalho de arte envolvido na criação de um livro. Acredito que apreciar isso enriquece meu vocabulário visual e ajuda na minha profissão. E a leitura, seja ela qual for (afinal, é preciso formar leitores nesse país), sempre é bem vinda. 

Abraços,
Lidiane :-)

Veja também

4 Comentários

  1. Justamente o fato de juntar várias opções diferentes é que torna legal. Confesso que ao meu gosto prefiro o estilo de Branca de neve, adorei o traço e as cores.
    Eu gostaria de ter um talento assim, rs
    (ps: oi sou eu a elisabete do facebook) rs
    Angel Sakura @euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elisabete, vamos colocar o projeto x on x para funcionar!!! o/
      Esse livro da Branca de Neve é muito lindo, já desejo o da Alice no País das Maravilhas, ilustrado pela mesma artista.

      Beijos!

      Excluir
  2. A diagramação do "A Fada" realmente é muito bonita! As borboletas são uma ideia e tanto!
    E "A Branca de Neve" amedronta mesmo... :P

    Beijos beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A Fada" vem passear todo dia dentro da minha bolsa, mas só consigo ler em casa mesmo, antes de dormir :D

      Bjs

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso do blog clicando aqui.

Subscribe