Trocando Cartas

20.5.13


Olá pessoal!

Eu estava com ideia de fazer esse post há muito tempo, planejei as fotos e o texto com todo o cuidado, pois queria que fosse algo especial. Tenho uma amiga que mora em Jaguarão, a Simone (Tricoteira de Plantão, lembram?) e, desde 2002, temos o hábito de nos corresponder através de cartas. Nos conhecemos na sexta série, nos separamos, a Si mudou de cidade e, cinco anos depois, ela me mandou a primeira carta. Daí em diante, não paramos mais. O resultado é essa pilha de cartas da foto acima. Hoje, não fazemos isso com tanta frequência, mas cada envelope contém o registro das nossas adolescências, dúvidas, amores e desamores mas, principalmente, a certeza de que contaríamos uma com  a outra para o resto de nossas vidas. E é essa história que desejo compartilhar com vocês, e prestar uma homenagem para minha querida Si. Vamos lá?

Aqui está meu pequeno tesouro: todas as cartas enviadas pela Simone. São quase 100 correspondências que registram 10 anos de trocas entre minha amiga e eu. Cada envelope abriga uma fase, uma vitória, uma perda... e todos estão guardados no meu coração.
Cada carta era numerada, às vezes esquecíamos qual o número da próxima, daí a outra lembrava no envelope. Entre os anos de 2002 e 2003 foi o maior fluxo de correspondências, chegava a ser uma por semana. E o período mais baixo foi de 2010 em diante.
Carta número 1, de 11 de janeiro de 2002. 
Cada envelope é um show à parte e a Simone sempre caprichou muito nos dela. Olhem só esse desenho de papel de carta!!! Vocês não têm ideia da nostalgia tomando conta de mim nesse exato momento. :)
Cartão de Dia do Amigo, a minha cara! Ele é todo colorido, com detalhes em prata e vinha com esse marcador e um incenso delicioso. O envelope também é lindo. Nós temos o hábito de nos chamarmos de Sol (Simone) e Lua (eu), por isso o cartão temático que me encanta até hoje.
Na minha adolescência tive agendas gordas, recheadas com cartinhas, bilhetes, fotos retiradas de revistas, e a Simone sempre mandava pensamentos e frases para eu copiar e pensar. Mandávamos também papeizinhos decorados para a outra assinar e mandar de volta.
Recadinhos fofos que eu tinha colados nas agendas. Com o tempo, me desfiz das mesmas, mas retirei todos eles com cuidado e guardei. Agora, como estou fazendo um diário, uma espécie de terapia escrita sobre tudo que acontece comigo e que vou guardar para ler daqui há alguns anos, decidi colar todos esses bilhetinhos novamente, provas da amizade que atravessa o tempo.
Esse aqui, em particular, me emociona muito. É um cartão de aniversário de 10 anos atrás (fiquem curiosos para saber minha idade hahaha).
Mais um cartão de Dia do Amigo, todo caprichado. esse aqui é mais recente, de 2010, e um dos meus favoritos. Vale lembrar que a Simone é a pessoa que tem o maior acervo de desenhos meus antigos. Mostra pra gente, Si!!!
A primeira pessoa que escreveu "Lidy", com um y no final, que acabei adotando como grafia para o meu apelido, e que hoje dá nome ao blog e a tantas outras redes sociais. A Si inventou a "Lidy" :D
Dessa nem eu mesma lembrava! Quando passei no vestibular, a Simone me enviou a lista com os melhores classificados de cada curso. Eu guardei uma cópia por anos, prova do meu "esforço", e redescobri esta aqui revirando as cartas. Detalhe: olhem só quem é a primeira colocada de Letras Português - Espanhol Noturno: a Mitcheia!

Existem poucas certezas na vida, e nem acho tão saudável assim ter certeza de tudo. Mas em relação à amizade, isso posso garantir: quem tem um amigo fiel para acompanhar durante sua jornada, seja de perto ou de longe, pode se considerar uma pessoa afortunada. E eu me considero: pela Simone, pelos poucos mas excelentes amigos que ajudam a me constituir como pessoa. Obrigada pela caminhada!


Abraços,
Lidiane :-)

Veja também

10 Comentários

  1. Gostei muito do post! É lindo ver uma amizade tão forte, e as cartas são excelentes memórias =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Dani. A Simone é mais que uma amiga, é uma irmã pra mim.

      Beijos!

      Excluir
    2. Porque será que me identifico tanto com as cartas né?!Esse mundo é encantador, gostaria de propor um grupo de cartas em Rio Grande, tipo convocatória mesmo. Fica a dica

      Excluir
    3. É mesmo, Dê! Eu me lembrei dos teus Decos e FBs, acho que faltam grupos desse tipo organizados em Rio Grande.

      Beijos!

      Excluir
  2. Lidy!!!!! ( Inventei a "Lidy"?? Sério mesmo????)

    Estou tão emocionada que não tenho palavras. Maninha, esse presente alegrou a minha vida de uma maneira que não podes imaginar.

    Obrigada por ser tão especial e por fazer parte da minha vida, mesmo que longe fisicamente.

    Te adoro minha irmã do coração. Essa nostalgia é tão intensa que dá vontade de escrever uma carta agora mesmo!! hehehe

    As tuas palavras, principalmente as do final da postagem, me fizeram ter a certeza de que essa vida é maravilhosa, que não importam os problemas e preocupações quando se tem pessoas tão especiais pra contar.

    Amiga, mana, Lidy. Obrigada a ti! Obrigada por tudo! Obrigada por fazer parte da minha vida!!!!!

    Te adoro, do fundo do coração.

    Beijos cheios de carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maninha, é sério: és a inventora da Lidy hehehehe

      Bom, eu preciso me controlar para escrever esse comentário e não chorar na frente de todo mundo, foi muito bom pra mim poder reunir as cartinhas novamente, os bilhetes, os cartões, me fez um bem danado essa nostalgia toda e eu queria passar um pouquinho disso pra ti, uma homenagem mesmo!

      Nem preciso dizer que também te adoro e que vale a pena viver a vida com amigos como tu ao meu lado, esse sentimento recíproco de que podemos contar uma com a outra para tudo.
      Vamos retomar as nossas cartinhas, quem sabe um dia publicamos uma coletânea de correspondências, hein??? :D

      Um super beijo amiga, te adoro do fundo do meu coração. Muita luz no teu dia!!

      Beijos :*

      Excluir
    2. Nem me fala amiga, já tô quase chorando aqui.
      Vamos retornar sim, mais vale uma de vez em quando do que nenhuma heheheh

      Te desejo tudo em dobro amiga, tudo tudo!!!!!!
      Coletânea? Acho que são muito pessoais pra isso, mas a gente aplica uma censura básica haiuhauihauiha

      Te adoro demais!!!
      Milhares de beijos!!!!

      Excluir
    3. Vamos retornar sim, nem que seja semestral hehehehe
      Te adoro!

      Beijão amiga :* :*

      Excluir
  3. Sabe que eu também tenho um bolinho de cartas que trocava com uma amiga que se mudou para o sul? Adorei seu post, me fez querer procurar as cartas que trocava com ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu,
      Obrigada pelo carinho, ver cartas antigas é sempre nostálgico e mágico! Que bom que outras pessoas estão motivadas a buscar suas cartas do fundo dos baús ^^

      Beijos :*

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso do blog clicando aqui.

Subscribe