Meme: 5 personagens que eu gostaria de ser

10.4.14

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotarootsclique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Confesso que não fiquei muito inclinada a responder o meme e a blogagem coletiva deste mês do Rotaroots, por motivos de: sei lá. Acho que me deparei pensando demais e não entrei na verdadeira vibe do grupo, que é resgatar o descompromisso e o não pensar muito na hora de blogar, fazer mais por amor mesmo. Por isso, decidi encarar o meme e escolher cinco personagens que fizeram parte da minha infância, adolescência e, por que não, vida adulta e que eu adoraria ser. Bora?!


She-ra: minha primeira heroína! Adoro o desenho da She-ra até hoje e assisto sempre que posso pelo Gloob. Passei minha infância toda achando o máximo a loira que vai lá, salva todo mundo, usa salto e pinta a boca de vermelho. E hoje, olhando de maneira mais crítica, as histórias tinham várias sacadas bastante feministas para a época como, por exemplo, um elenco de personagens femininos fortes e independentes. Tive a espada de brinquedo e uma decoração de aniversário com todas as personagens. Muito anos 80 e muito amor verdadeiro, amor eterno!


Cheetara, dos Thundercats: outro desenho que fez parte da minha infância e que trazia uma heroína bem resolvida e que tinha tanta ou mais importância que os heróis da trama. Dessa época, o que mais me marcou mesmo eram os collants que as personagens usavam. Sério, em todo desenho tinha alguém usando collant! Sem contar que essa ideia que vem lá do Egito Antigo, de misturar feições humanas e animais me agrada até os dias de hoje. 


Hera Venenosa: essa lista está bem 50/50, pois trago duas mocinhas, duas vilãs e uma "neutra". Meu caso de amor com a Hera começou com a série animada do Batman da década de 1990 e, em seguida, com o filme Batman & Robin, na interpretação de Uma Thurman, adoro esse filme me julguem. Gosto da atitude das vilãs e a Hera é um combo lindo: cabelão vermelho, make poder e veneno rsrsrs. Amo até hoje.


Mulher Gato: aqui são duas paixões. A vilã com mais pinta de heroína que existe e felinos, minha paixão e sonho de uma vida toda, me tornar a velha louca dos gatos!!! Bueno, meu primeiro contato com a Mulher Gato foi com o filme Batman, o retorno e nada supera a interpretação da Michelle Pfeiffer e a cena clássica do banho de lambida (desculpa Anne, você foi ótima, mas Michelle é Michelle). Depois disso, já adolescente, criei uma série de HQs inspirada num universo no qual a Mulher Gato era a heroína e existiam várias vilãs que ela combatia e talz.


Angelina Jolie: me respondam uma coisa: quem não gostaria de ser a Angelina Jolie? Ela é linda, rica, tem um Oscar, é casada com o BRAD PITT, adota crianças, é embaixadora da ONU, doa dinheiro para causas humanitárias e já foi Lara Croft, Olímpia e Malévola no cinema. Meta para as próximas encarnações é ser 1/3 dessa mulher fodona.

Zerou a vida.

Abraços,
Lidiane :-)

Veja também

4 Comentários

  1. Lidy,
    Também quero ser Jolie! É uma mulher phodona, né?! Samba na cara da sociedade. rsrs

    ResponderExcluir
  2. Ai, Lidy... tirando a Jolie, não conheço nenhumaaaaa.. ou não lembro, pq eu era viciada em Thundercats quando passava no SBT!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois desse cometário me senti o Mumm Ra, a múmia dos Thundercats kkkkkk #brinks Isso é infância no fim dos anos 80 e início dos 90!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso do blog clicando aqui.

Subscribe