Trabalho de Sísifo

28.5.14

Lembram disso e disso? Está assim:



Parece que entro num buraco negro toda vez que tento dar continuidade a esta Sugar Skull, em especial. Já diminuí o tamanho do papel, acrescentei alguns elementos, retirei outros, juntei com uma pirata, mas não consigo sair do cabelo. Não consigo me concentrar o suficiente para colocar um ponto final. E ela me trava - e trava bonito - porque fico com aquela enorme sensação de trabalho inacabado.



Faço outras coisas enquanto isso, até mesmo porque é algo pessoal que não precisa de uma data certa para ser finalizado, mas fico angustiada mesmo assim, querendo ver essa Catrina/Pirata pronta, ainda mais pelo tempo todo que já estou nessa função (desde janeiro do ano passado).

Comecei a ler o ótimo Fun Home, da Alison Bechdel, e ela faz algumas referências ao Mito de Sísifo, do Albert Camus. Sísifo, na mitologia grega, era um rei que, ao ofender os deuses, foi condenado a viver no Hades empurrando uma pedra até o topo de uma montanha, mas ela rolava de volta à base ad infinitum. Por isso, atribuímos a Sísifo todo trabalho que parece ser interminável (tipo essa ilustra). Não que este trabalho aqui seja algo penoso, se fosse já teria abandonado. É mais a sensação de inconclusão que me perturba. Mas um dia vai...

Abraços,
Lidiane :-)

Veja também

6 Comentários

  1. Mas ja ta linda!!!! Continua fazendo, faz uma serie de Catrinas piratas, ia ficar massa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rosali! Minha ideia é fazer esses mashups entre catrinas, piratas, bruxas... todos os elementos que venho trabalhando nas minhas ilustrações. Meus monstrinhos kkkkk :D

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi, Lidy!
    Estavam fazendo falta tuas postagens aqui.
    Também fico numa angustia com desenho não finalizados, mesmo não tendo prazo nem nada pra eles. Dá uma sensação de procrastinação constante! Incomoda e muito. Ontem mesmo retomei uns desenhos que estavam há meses de lado. E a sensação?! Dever cumprido e alívio. Mesmo que seja pra um futuro não muito visível ainda, concluir uma arte dá sempre aquele gosto e vitória de dever cumprido; sensação de que somos responsáveis conosco e com nossa arte.
    Super beijo e abraço abertado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaís!
      Quero me organizar para publicar com mais frequência, mas preciso ter trabalhos para isso, shame on me!
      Detesto essa sensação de coisas que se arrastam, mesmo que eu esteja gostando de fazer, fico naquela vontade incontrolável de ver pronto, e isso vai me consumindo. Parece que estou fazendo várias coisas sem importância e deixando aquilo ali de lado, é a própria procrastinação tomando forma.
      Acho que o momento mais recompensador é a hora de passar o verniz fixador e limpar a mesa hehehe. Dever cumprido! :D

      Beijokas :*

      Excluir
  3. Lidiane, esse cabelo tá maravilhoso! E a flor também :) Vai seguindo no teu ritmo, uma hora acaba e se você não curtir, sempre pode começar um novo projeto. Mas já adianto que gostei à beça!

    Um beijo,
    Re

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Re! Eu já comecei a pensar que essa ilustra tem vida própria e só vai ser finalizada quando ELA quiser rsrsrs

      Beijos! :*

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso do blog clicando aqui.

Subscribe