Liga Extraordinária dos Esboços Inacabados Ep. 01

5.6.14


Oi pessoal!

Este é mais um dos inúmeros esboços que estão no meu sketchbook à espera de um milagre que eu os finalize. Começou o frio e isso é mau sinal, pois minhas mãos petrificam nessa época do ano. É um tormento. 



Toda vez que olho um esboço e não tenho a intenção de que ele permaneça nesta condição pro resto da vida, aparece o seguinte dilema: por que será que, às vezes, o esboço parece melhor que a arte final? Tenho analisado uns rabiscos antigos e percebo que percorri caminhos até a arte final que já estavam resolvidos no traço inicial. 


No caso deste desenho, minha mão correu tão livre da primeira vez, depois deixei tudo de lado umas duas semanas e, quando retomei, consertei várias "caquinhas" e deixei o traço fluir novamente. Agora, tenho medo de me engessar e perder esse ritmo mais espontâneo. Ah, então deixa assim... Mas eu quero finalizar! Por isso, decidi criar uma tag específica para esses esboços que demoro séculos para concluir: A Liga Extraordinária dos Esboços Inacabados (LEEI). Diferentemente de um wip normal, esses aqui podem se arrastar por meses...  ou até mesmo anos. Mas eu chego lá!

Achei justo compartilhar minha caneca nova. Penso em fazer um projeto chamado "Pensamento em canecas", no qual pretendo postar a foto de uma das minhas canecas acompanhada de um texto inspirador. Parece tosco, mas eu curti.
Ontem comecei a rascunhar uma ideia (apenas uma ideia, vejam bem) de calendário editorial do blog, para que eu procrastine menos e publique toda a semana. Assim, as postagens teriam dias "certos" para ir ao ar como, por exemplo, um dia para os projetos, outro para as ilustras, e assim por diante. Posso retomar o que rola no meu Instagram, e pesquisar mais artistas, tutoriais, resenhas. Senti essa necessidade depois de ver o quanto estou publicando pouco, o blog fica dais abandonado e não gosto disso. Mas ainda vou pensar bem a respeito.



Essas duas fotos são de um pequeno rascunho que fiz dia desses, entre uma queda e outra no sinal da internet. O livro que aparece ao fundo é o Você é minha mãe?, da Alison Bechdel. Li Fun Home e gostei, mas esse outro é mais denso ainda e está difícil fluir. Tenho lido muitos quadrinhos e mangás ultimamente (culpa da Tati Feltrin, amo os vídeos dela) e isso contribui bastante para a pesquisa de referências. O traço da Alison, por exemplo, é lindo e extremamente detalhado, ainda penso em fazer um post mostrando algumas graphic novels.

O post ficou gigante, mas precisava mostrar todos os rabiscos e ideias que estão na minha prancheta e na minha cabeça. :)

Abraços,
Lidiane :-)

Veja também

2 Comentários

  1. caraca é tudo muito lindo, você é muito talentosa!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso do blog clicando aqui.

Subscribe