Thaís Martins

Por - 18.9.12


Aqui está o retrato da Thaís Martins, ao qual me dedico desde o final de semana passado. Como disse anteriormente, eu suo frio toda vez que vou fazer um retrato, pois me divido entre representar a pessoa e ressaltar aquilo que dela mais me chama atenção. No caso da Thaís, foi a força do olhar e da expressão do rosto como um todo. Acrescentei uma pintura indígena (que imaginei na minha cabeça), os cabelos esvoaçantes e duas penas, lembrando um filtro dos sonhos. Não sei se ela vai gostar, mas fiz com todo carinho do mundo, vou enviar a ilustração diretamente para Palhoça assim que puder!

Escolhi uma trilha sonora para este desenho, Cochise do Audioslave, nome de um chefe Apache e que também significa incomum, raro.

Abraços,
Lidiane :-)

Veja também

2 Comentários

  1. Lidy... emocionada, é o que posso dizer. Deu uma tristeza ver o desenho concluído... Acho que o fato de ela surgir assim, de repente, se deve as renúncias de mim mesma para agradar a outrem. Tenho de me ver e estar mais em essência. E no teu desenho eu vi que é isso de que preciso, buscar minhas essências, a força na minha ancestralidade. Mais uma vez: obrigada por essa busca de visão, todo o carinho e por continuar fazendo parte da minha história (mesmo que à distância).
    Abraço carinhoso na tua alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thais! Sempre tenho muito medo de fazer retratos. Acho que nunca vou conseguir ser fiel à pessoa, acho que vou me perder... mas esse desenho fluiu de uma maneira diferente, não sei te explicar. Ele simplesmente surgiu no papel, desde o primeiro esboço. Pode não ter ficado "fotograficamente" parecido contigo, mas essa ideia da índia sempre me norteou, desde o início. Trazer à tona essa representação de ancestralidade. E também me bateu uma tristeza vê-lo pronto, eu estava gostando tanto do processo!!! Foi libertador, ainda mais que há muito tempo queria fazê-lo, e também no instante que eu me dedicava ao desenho, me desligava do resto, e assim consegui dar conta de uma série de outras coisas que estavam pendentes na minha vida.
      Em breve vou te enviar pelo correio, juntamente com um caderno de desenho artesanal, que minha irmã faz. Espero que eles te tragam boas energias e te auxiliem nas tuas inspirações.

      Um beijo muito grande e obrigada por também fazer parte da minha história.

      Abraços do tamanho dos teus sonhos!
      Lidiane :-)

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário. Saiba mais sobre os termos de uso deste espaço clicando aqui.