Lorelei (#MerMay 01)

Por - 1.5.17


Foi dada a largada para o MerMay 2017, eu contei aqui neste post o que é e como vai ser minha participação no desafio. As minhas meninas irão ao ar todas as segundas-feiras de maio, em postagens bastante especiais. Como serão somente cinco ilustrações, aproveitei para fazer algo bem inspirador, com música, história e referências que me inspiraram. Sugiro que você entre no clima:


Todas as sereias terão um nome, uma história e uma trilha sonora para acompanhá-las. Resolvi começar com a lenda de Lorelei e essa música do Eagle-Eye Cherry para homenagear a Nanda Corrêa, ilustradora que fez uma das sereias mais lindas que já vi, inspirada nessa música. Na primeira vez que entrei no antigo blog dela e encontrei o processo de criação daquela ilustra, fiquei maravilhada. Você pode ver do que estou falando aqui.

Lorelei ou Loreley faz parte do folclore alemão. Conta a lenda que ela vivia num rochedo, às margens do rio Reno. Nas noites de lua cheia cantava e, como isso, atraía os marinheiros para as pedras e para a morte. Quando o filho do conde tem o mesmo fim, o nobre ordena que suas tropas matem a sereia mas, antes que pudesse ser capturada, ela lança seu colar de pérolas ao rio, levantando uma enorme onda. Depois disso, Lorelei nunca mais foi vista, mas seu canto ainda pode ser ouvido nas noites enluaradas. Com informações deste site.



Para essas ilustrações vou utilizar o mínimo de materiais possível. Já tenho trabalhado nesse sentido há bastante tempo, com foco na aquarela, mas resolvi voltar para meu material favorito, que é o grafite. O contraste do lápis preto com a caneta dourada dará o tom dessa série, inspirada pelo livro A Bela e a Adormecida, de Neil Gaiman, ilustrado por Chris Riddell. É uma das obras mais bonitas da minha estante e sempre tive vontade de fazer algo semelhante. O resultado ficou assim:

Materiais utilizados

- Papel Canson 180g;
- Lápis grafite Staedtler Mars Lumograph 2B e 4B;
- Multiliner Copic;
- Caneta Posca dourada.
Lembrando que todos os meus trabalhos são fixados com verniz fosco fungicida. Detalhes:



Fiquei muito satisfeita com o movimento desse cabelo. Depois de muito tempo trabalhando em massas de cor, é bem legal voltar a fazer esse efeito que gosto tanto, de fio a fio. Sinto a minha mão mais leve e gestual para dar o acabamento, por isso não demoro tanto tempo para finalizar um trabalho do gênero. Na próxima segunda trago a nova produção do MerMay 2017. Me conte nos comentários se você gostaria de ver Lorelei no meu studio no Colab55.

Veja todos os meus trabalhos profissionais na aba Portfólio e também no Behance.
Me acompanhe nas redes sociais: Facebook - Instagram - Twitter - Tumblr - Pinterest

Veja também

4 Comentários

  1. Quanta inspiração! Que linda que ficou sua sereia Lidy! Estou participando do desafio tbm! Não conhecia, fiquei sabendo pelas suas postagens aqui no blog. Nossa, ao mesmo tempo que estou amando e me divertindo com o desafio, as vezes preciso batalhar contra mim mesma para não morrer na praia, pois ainda não gosto dos resultados da minha ilustração. Eu demoro muito para fazer um desenho bem elaborado e como é um por dia e trabalho o dia todo, no tempo livre sento para fazer e ai fica menos ainda como eu gostaria! Mesmo quando uso mais tempo para fazer ainda não sai como tenho em mente, com pouco tempo então nem se fala! Rsrsrs...mas desenho bem mais e a criatividade fica a mil, é a parte que amo dos desafios! Beijos =***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lay! Eu só tô vendo lindeza pela minha time line e ficando muito feliz e orgulhosa das amigas que estão participando *-* E esse ano tem muito mais gente do que ano passado, certamente.
      Eu passei muito por isso que você disse com o Inktober, porque eu sentia obrigação de fazer um desenho perfeito por dia, mas o legal do desafio é justamente isso: não tem como sair legal sempre, em alguns dias o seu desenho vai refletir seu humor, seu cansaço e, ao final, você vai ter esse diário do quanto a sua vida afeta sua arte, e como você pode crescer com isso e aprender a se motivar.
      Segue firme, não te põe a pressão da perfeição, lembra daquele vídeo do Jake Parker "Finished Not Perfect", ele virou meu mantra ;)
      Beijão :*

      Excluir
  2. Só posso imaginar o trabalho que deu fazer esse cabelo todo..... mas valeu a pena. A ilustra ficou linda. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, até que agora não demoro mais tanto quanto demorava! treinar gestual me ajudou bastante a deixar a mão mais solta, facilita na hora de fazer cabelo. :D

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário. Saiba mais sobre os termos de uso deste espaço clicando aqui.