Blogagem Coletiva: coisas que eu não vivo sem

Por - 10.2.14

Estou participando da blogagem coletiva do Rotaroots, e o tema de fevereiro é "coisas que eu não vivo sem". Procurei fazer umas imagens bem bonitas para ilustrar o post e elenquei dez itens indispensáveis na minha vida.


1. Desenho: acho que o primeiro item é o mais óbvio de todos, né?! Não consigo imaginar minha vida sem o desenho, embora ainda não tenha me organizado o suficiente para poder desenhar todo o dia/ toda hora. Mas sempre que paro para fazer um trabalho, vejo que escolhi o caminho certo. Nem sei me imaginar trabalhando com outra coisa, mesmo que envolva muito dinheiro.


2. Livros: outra de minhas paixões, a coleção só aumenta a cada dia. O primeiro título da minha fase "adulta" com a literatura foi O Livro dos Abraços, do Eduardo Galeano, minha cópia está bem velhinha, mas tenho um amor incondicional por ela. Desde que criei uma estante virtual no Skoob, tenho me organizado mais para ler, foram sete títulos em janeiro. Uso todo tempo ocioso para colocar a leitura em dia, principalmente antes de dormir.


3. Batom: seja nude ou vermelhão, não vivo sem batom. Devo ter ganho o primeiro por volta dos cinco anos, era um rosinha que sinto o gostinho e a textura até hoje (memória afetiva!). Minha mãe sempre incentivou a ter e usar, comprava na feira, toda a semana hehehehe. Como tenho uma boca que ocupa 80% do rosto e quase sempre estou com uma cor que os outros acham ousada (mas que para mim é super comum) os comentários de "bocão" e afins são frequentes. Mas não acho que seja questão de coragem usar batom forte, não. É estar bem consigo mesma e não se importar com o que os outros vão achar, afinal, nós temos que nos sentir bem e bonitas para nós, dentro do que acreditamos


4. Caderno e caneta: sou a rainha do caderninho e não vivo sem um pedaço de papel e caneta na bolsa. Ano passado, comprei um iPad, abandonei a agenda tradicional e acabei surtando. Este ano, adotei um planner e o caderninho de organização e tenho me sentido bem melhor. Gosto da estética de papelaria, a folha riscada, os post-its. Também costumo ter cadernos para anotar reflexões e coisas sobre os meus desenhos.


5. Organização/ listas: não consigo ver minhas coisas fora do lugar, desarrumadas ou sujas. Todo mês, quando compro mais e mais livros e materiais de desenho, faço uma arrumação nas prateleiras e gavetas, para que tudo fique certinho. Pode parecer mania de véia, mas a vida funciona melhor com limpeza e organização. Também crio listas, elencando o que precisa ser feito no dia, na semana, no mês. Ao final, ver os tópicos riscados dá satisfação e gera uma auto-recompensa por eu ter me dedicado às tarefas com empenho. Resumindo: TOC.


6. Relógio: herdei do meu pai a mania de viver com o relógio no pulso, só tiro quando estou em casa mas, mesmo assim, vivo olhando o celular, o microondas, onde quer que tenha um reloginho marcando as horas. Não sou aficionada por controlar o tempo, apenas gosto de cumprir meus compromissos, afinal, sou organizada. E amo relógio de pulso, pois como tenho o braço fino, dá a sensação de que fica preenchido com alguma coisa, sempre.


7. Sapato baixinho confortável: definitivamente, não sei usar salto. Tenho sapatos lindíssimos, incluindo uma Melissa Lady Dragon da Vivienne Westwood, mas não dá. O pé grita para ficar descalço, é uma sensação horrorosa. O resultado disso são vários pares de sapatilhas Melissas, rasteirinhas, All Star e alpargatas. AMO alpargatas. Ano passado, realizei o sonho de comprar uma bombacha e um par de alpargatas bem gaudérias.

Nota mental compartilhada: aqui no Rio Grande do Sul, principalmente no interior, é muito comum ver pessoas vestindo os trajes típicos (bombacha, bota, alpargata, chapéu). É super normal subir num ônibus e ver um gaúcho a caráter, indo para a faculdade com seu kit de chimarrão. 


8. Internet: então, é essencial, né?! Para trabalhar, divulgar trabalhos e entrar em contato com os amigos que moram longe. Achei que ficaria escrava do smartphone quando comprei o meu, mas é super tranquilo. A mesma coisa com o iPad, só facilita a vida e o único aplicativo que checo com frequência é o Instagram, pois sempre tem coisas lindas dos ilustradores que sigo.

Foto ilustrativa porque não achei nenhum copo de Nescafé fotografável.
9. Café de máquina/cappuccino: amo/sou Vanilla da Nescafé. Na época da dissertação, era meu companheiro fiel. Uma das histórias mais fofas do namoro com o Antonio envolve uma caneca de Vanilla, foi mais ou menos assim: desenvolvi enxaqueca durante a fase final de escrita, minha cabeça parecia que ia explodir. Um dia, o Antonio foi até o outro lado da cidade, onde sabia que encontraria o tal café, comprou, colocou dentro de uma caneca térmica, embarcou num ônibus e me levou, para ver se ajudava com a dor. Achei muito amor naquele gesto, que lembro com carinho até hoje. ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Foto ilustrativa de uma borboleta solitária.
10. Família/amigos/ficar sozinha: para o último mas não menos importante item, decidi juntar três coisas que caminham juntas na minha vida, que é o estar com a minha família e amigos, mas também o tempo que dedico para ficar sozinha. Sem o suporte emocional que recebo de cada pessoa importante na minha vida, não teria ido muito longe, e cada um tem o seu papel. Não é sempre que a mesma pessoa me ajuda em todas as ocasiões, consigo pontuar quem é a ajuda ideal para cada situação. Mas curto ficar sozinha às vezes, é bom para colocar os pensamentos em ordem.

Esta foi minha lista de coisas que não vivo sem, adorei fazer as fotos, o livro da Piratologia é um ótimo plano de fundo para tudo, melhor aquisição do ano até agora.

Abraços,
Lidiane :-)

Veja também

12 Comentários

  1. Adorei fazer parte, mesmo que sem intenção, desse post!! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colaboradora importantíssima para realização dessa postagem, apareceu três vezes *-*

      Beijokas

      Excluir
  2. Lindas as fotos do seu post, adorei! Também não consigo usar salto, só uso quando não tem jeito mesmo, no dia-a-dia prefiro sapatos baixos.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bianca! Nossa, acho que nunca vou aprender a usar salto, é muito desconfortável pra mim, só uso quando a ocasião realmente pede (:

      Beijokas!

      Excluir
  3. Meu... Deus... Do... CÉU!!!!!! Que desenho maravilhoso! Cê tá desperdiçada nesse mundo, que artista! Uma rápida ~fuçada~ no seu blog foi o suficiente pra fazer minhas 2 mãos esquerdas shorarem!

    Necessito desse livro de Piratologia. O bofe me xinga até por gostar e comprar esses livrinhos tão adoráveis mas aparentemente inúteis :/

    Bêjo! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Babi, quanta fofura!!! *--* Obrigada pelo carinho, fico feliz de verdade que você tenha apreciado o meu trabalho, principalmente agora, que vou ministrar um curso de desenho (:

      Esse livro é tuuuudo de bom, também recebo xingões regulares por essas comprinhas, mas não ligo não rsrsrsrs

      Beijokas!

      Excluir
  4. Ai, também não vivo sem desenhar, sem minhas listinhas de organização e sem meus caderninhos! Bem virginiana, né? heuheueihaie! Beijos, Lidy!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehehe librianas não são diferentes :D

      Beijokas

      Excluir
  5. Não tenho mais vida depois do desenho da Elsa, o post terminou ali pra mim. (CARACA QUE LIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINDO) ♥

    ResponderExcluir
  6. Compartilho de vários itens da sua lista hehehe. Principalmente internet, fiquei dependente demais disso! haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Taby, ficar sem internet é cruel rsrsrsrsrs

      Bjks :*

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso e política de privacidade clicando aqui.