Wonder✨Woman

Por - 9.6.17


Fui assistir Mulher-Maravilha há uma semana e saí do cinema extasiada, querendo chutar todas as bundas à minha frente e fazer treinamento intensivo com as amazonas. O filme é incrível, entrega muito bem a história de origem da personagem e não consigo visualizar nenhuma outra atriz, além de Gal Gadot, no papel de Diana. Claro que não demorou muito para que eu pensasse numa fanart e, em pouco tempo, já estava esboçando minha princesa. Só custei a postar o resultado porque estava envolvida com os preparativos da exposição Elementais, que acontece mês que vem.


Eu não queria fazer um retrato da Gal Gadot, mas sim uma homenagem à Mulher-Maravilha, desde o filme até os quadrinhos, a série da década de 1970 com Lynda Carter, a animação Liga da Justiça (que amo), e também à origem grega da deusa. Por isso, pesquisei algumas imagens de estátuas gregas, para estudar a expressão, além de referências de cabelos que a personagem já usou e detalhes da nova tiara, que achei maravilhosa. Fiquei satisfeita logo no primeiro esboço, e parti para a ação.


Ainda embalada pelo MerMay, decidi trabalhar com lápis grafite, só que, desta vez, num mix de graduações, para conseguir vários efeitos. Fui do HB ao 5B, para ter controle sobre os fios do cabelo e também sobre a suavidade do esfumado no rosto. Para a tiara, optei por usar o marcador dourado da Bic pois, ao contrário da Posca, o efeito dele é mais envelhecido e, além disso, também permite sobrepor camadas após seco. Aqui, utilizei lápis 2B para fazer as hachuras, e me surpreendi com o efeito metálico bem realista que consegui. O resultado ficou assim:

Materiais utilizados

- Papel Canson Layout 180g;
- Lápis HB, 2B, 4B e 5B (Staedtler, Koh-I-Noor e Bruynzeel);
- Marcador dourado Bic Marking e branco Posca;
- Multiliner Staedtler 0.2;
- Lápis de cor Caran D'Ache.


Recomendo que você assista Mulher-Maravilha, independentemente de gênero e preferência por Marvel ou DC pois, além de ser um ótimo filme de super-herói, também é um ótimo filme de guerra e retrata vários aspectos presentes na nossa sociedade, como a desigualdade, a ambiguidade que nos torna humanos, o machismo (velado ou não) e a luta por um mundo mais justo.

Veja todos os meus trabalhos profissionais na aba Portfólio e também no Behance.
Me acompanhe nas redes sociais: Facebook - Instagram - Twitter - Tumblr - Pinterest

Veja também

6 Comentários

  1. Eu saí do cinema apaixonada por esse filme, demais!
    que empoderamento <3
    A atriz é realmente perfeita para o papel, e toda a história de guerra deixa o filme mais interessante ainda

    Amei o desenho, amei a referência da origem dela :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já saí do cinema querendo todos os livros que contam a história dela! Já estou de olho em dois, um é "A história secreta da Mulher-Maravilha" e o outro é "Mulher-Maravilha: sementes da guerra". Achei o filme excelente e honesto - tanto com a personagem, quanto com o momento que as mulheres vivem.

      Beijão :**

      Excluir
  2. Oi, Lidi, tudo bem? XD Quanto tempo <3 Eu tô bem sumida da blogosfera, mas hoje abri a lista de leitura e dei logo de cara com essa ilustração linda sua. Eu curti bastante a expressão dela, bem empoderada, e os traços parecem bem gregos mesmo (pelo menos no meu conhecimento haha) e isso criou uma imagem muito legal da personagem. E esse efeito de metal ficou ótimo e realista <3

    Eu vi o filme também e acho que ele me causou quase a mesma sensação que você descreveu XD, apesar de alguns detalhes de verossimilhança e eu não ter curtido tanto o final, foi um baita filme, e como você disse, a Gal Gadot encaixou muito bem no papel <3

    Beijos, saudades :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem! Fico feliz com o seu retorno à blogosfera, e por ter curtido meu trabalho :D
      Mulher-Maravilha mexeu muito comigo, embora ela não seja minha maior referência de heroína, pois na infância eu curtia mais She-ra (e curto até hoje!), achei que foi um marco muito grande no cinema. Gosto muito da Diana da animação Liga da Justiça e Liga da Justiça Sem Limites, que passava no SBT, por isso não me detive só na expressão da Gal (maravilhosa!), mas pincelei todas essas referências que tive ao longo do tempo.
      O final do filme também foi a parte que menos gostei, achei muito pirotécnico e o vilão meio nada a ver, poderia ser uma batalha como a das amazonas no início, mas nada que tire o brilho da protagonista.
      beijo :*

      Excluir
  3. Lidy, eu nunca fui fanático por quadrinhos (são informações muito rasas, por isso gosto de livros), mas o desenho da liga eu adorava e de certa forma, conheci a Diana por lá. Ainda não assisti o filme, mas pelas críticas que vi, o filme parece ser muito bom. A Gal Gadot ficou simplesmente perfeita para o papel, ela é linda.

    Adorei seu desenho, o olhar ficou "digamos assim", provocativo e de certa forma atraente. Achei muito legal, como construiu a coloração da tiara, ficou muito show. Parece metal envelhecido mesmo! E nos cabelos, como sempre, você arrasou.

    Estava procurando fotos de referência, queria pintar apenas a tiara da Diana, ficou realmente muito legal o design que propuseram para ela. O caso é que estava ocupado com outras coisas e aí, acabei desistindo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mateus, o desenho da Liga é um dos que mais gosto até hoje. Sempre que revejo os episódios, vejo o quanto de crítica social tinha no roteiro, mas tudo colocado de uma maneira muito sutil, principalmente quanto ao governo Bush.

      O filme da MM não decepciona, a Gal é uma excelente atriz e consegue passar cada emoção da personagem de maneira muito fiel. Todo o design das armas e armaduras de Temíscira me lembrou muito os filmes 300 e Tróia, e a série Spartacus. Está tudo muito legal, inclusive as coreografias das lutas.

      Eu não sou muito de desenhar fanart, mas saí tão encantada do cinema que precisei colocar no papel a minha homenagem, misturando todas essas mulheres-maravilha que existem.

      Abração!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário. Saiba mais sobre os termos de uso deste espaço clicando aqui.