#ilustraday março: sereia

23.3.16


O projeto ilustraday voltou este mês, com o tema sereias. Para quem não sabe como funciona, todo dia 15 é proposta uma temática diferente. Os trabalhos são recebidos diretamente pelo Facebook e divulgados na página, até o próximo dia 15, e assim por diante.

Fiquei encantada com as ilustrações coloridas e cheias de vida das outras meninas, mas como sou a diferentona, resolvi me inspirar no conto original de Hans Christian Andersen, que é bem triste e um pouco distante da imagem de Ariel que temos da Disney.

Na história original, a sereiazinha (que, pelo menos na versão que eu li, deste livro, não tem nome) faz de tudo, inclusive abre mão de sua cauda e sua bela voz, para conseguir uma alma imortal. Sim, senhoras e senhores: o príncipe está ali, mas é o de menos. O conto é muito melancólico, por isso, quis passar essa tristeza e desesperança com a minha sereia.


Procurei não focar no elemento cauda, mas na expressão do rosto e no cabelo, que dão a ideia geral da figura. Nas imagens acima, o rascunho na mesa de luz e já no papel para aquarela.


Optei por trabalhar com grafite primeiro, por ser um material delicado para misturar com pintura. Temi que a caneta multiliner trouxesse uma carga pesada demais e tornasse as coisas um pouco confusas. Assim que terminei essa parte, aquarelei de maneira bastante econômica, em pontos que sugerissem fragilidade da pele e aquele aspecto azulado/roxo de quem entra em contato com água gelada. O resultado:


Nós somos como o junco verde. Uma vez cortado, cessa de crescer. Mas os seres humanos têm almas que vivem para sempre, mesmo depois que seus corpos se transformam em pó. Elas voam através do ar puro até chegarem às estrelas brilhantes. Assim como subimos à flor da água e contemplamos as terras dos seres humanos, assim eles atingem belos reinos desconhecidos - regiões que nunca conheceremos. (Contos de fadas em suas versões originais, p. 41)


Materiais utilizados:
- As aquarelas e pincéis que descrevo neste post;
- Papel para aquarela Canson, linha universitária;
- Lápis grafite 4B Royal & Langnickel;
- Marcadores para os pequenos detalhes;
- Spray fosco da Acrilex para proteger dos fungos e ação da luz.


Essa ilustração foi gestada com bastante cuidado, pois eu estava no meio de um turbilhão de coisas: os estudos para o curso da Sabrina, encomendas, bloqueio criativo e muita cobrança. Foi uma forma de colocar a cabeça no lugar e organizar meus pensamentos através da pesquisa histórica, de materiais e métodos. 

Recomendo que quem estiver passando por qualquer coisa parecida com o que contei acima, se concentre em algo que te desligue dos problemas. Funciona muito para mim.


E quem gostou dessa ilustração, pode encontrá-la sob a forma dos mais variados produtos, na nova Coleção Sereia do Colab55. Deixe seu like para que minha arte apareça na home do site, é muito importante para a divulgação e vendas!

Quem quiser participar do ilustraday, ainda dá tempo, basta acessar a página oficial. Veja todos os temas que já fiz clicando aqui.

Veja também

24 Comentários

  1. Lidy, fiquei apaixonada. Acho que é uma das ilustras mais lindas que você já fez. Os detalhes, a expressão no rosto dela...ficou muito, muito lindo. E a coleção na Colab também ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nat! Fico feliz que você tenha gostado, é maravilhoso receber um feedback positivo de alguém da área de moda e cheia de estilo, como você! ♥
      Beijos :*

      Excluir
  2. "o príncipe está ali, mas é o de menos" hahaha Céus! O que a Disney aprontou com os contos de fadas?! É um dos seus desenhos mais lindos, Lidy (pelo menos dos que eu acompanho aqui no blog rs)! Acho que usar o grafite ao invés da caneta fez toda a diferença mesmo...ficou tão suave. Também gostei de você não ter focado na calda dela, que é o primeiro elemento que a gente se lembra qdo pensa em sereia... desse jeito acho que você captou "a sereia" pela mulher que ela é, não pelo rabo de peixe que tem. Eu tentei fazer algo assim... mas não vou nem postar no blog pq só rabisquei no sketchbook...rs Ainda estou me adaptando a esse negócio de desafios ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu só, Nani?! Nem só de príncipes vivem os contos de fada. :D Depois que terminei de ler fiquei um bom tempo pensando nessa e em outras histórias, cuja motivação principal não é o romance.
      Se formos analisar, praticamente todas as princesas Disney possuem um objetivo que não é conquistar o príncipe encantado, mas sim outras coisas.
      Fico feliz que você tenha curtido a ilustra e que eu tenha conseguido passar a mensagem que queria. Acho legal desconstruir as ideias que temos a respeito de seres míticos e fazer algo que o público não espera (no caso da sereia, não focar na cauda ou no mar).
      Você participa do grupo do ilustraday? É lá que votamos os temas do mês: https://www.facebook.com/groups/ilustraday/
      Um grande beijo e obrigada pelo carinho :*

      Excluir
    2. Agora que vi meu "calda" de sereia com L kkk
      Mas essa desconstrução dos seres míticos é muito interessante mesmo e eu acho que potencializa o poder desses figuras. Acho que ao não mostrar a cauda da sereia você torna maior a identificação com ela, pois nos força a olhar para outras características dela, características que podemos reconhecer em outras mulheres também e até em nós mesmas, assim acho que podemos nos sentir um pouco sereias e invocar para nós o poder dessa figura com tudo o que ela representa.

      Eu não participo do Ilustraday ainda, só fuço lá de vez em quando para ver o que está acontecendo rs. Teve uma época que eu radicalizei e deletei todas as minhas redes sociais, pois estava me comportando feito uma viciada e isso me tomava muito tempo. Agora estou voltando e consumindo com moderação, então primeiro voltei com o blog, agora com o twitter... e agora acho que vou reviver meu face para tentar participar do ilustraday :) Obrigada pelo convite e parabéns pelo seu trabalho, que é muito lindo :*

      Excluir
    3. kkkk acontece :P
      É por isso que gosto de trabalhar com seres da mitologia, independente da origem, eles te dão essa "outra face", essa possibilidade de se enxergar através dele. No caso dos faunos, por exemplo, existe toda uma ligação com a natureza, de se perceber parte dela.
      Quando comecei a estudar o sagrado feminino e descobri lendas e deusas, muitos recursos que eu já laçava mão fizeram ainda mais sentido. E sempre gosto de fazer essa pesquisa histórica antes porque desenhar é também contar histórias, só que com imagens.
      Quando reviveres o teu face, entra lá no grupo para participar das escolhas dos temas, eu ainda quero muito que saia galáxias, amo de paixão!!!!
      Beijos e mais uma vez obrigada pelo carinho :*

      Excluir
  3. Oi, Lidy! Ficou linda a sua sereia! Você se superou! Achei que ela tem sim uma melancolia, mas não diria tristeza e desesperança... Talvez uma certa resignação. Ela é um pouco séria. Acho que ficou muito equilibrado esse trabalho. O traço a lápis é um forte seu e acho que a pintura complementou bem, sem brigar pela atenção (como arquiteta acabo tendo olhar que tende pro menos é mais). A composição ficou muito boa e os produtos ficaram lindos! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, muito obrigada pelo carinho! Poxa, eu estou muito chique hoje, já recebi elogios do pessoal da moda, da arquitetura... nossa, isso é muito legal! Acho super importante ter a opinião de pessoas das outras áreas, porque desenho é técnica, sensibilidade e conhecimento de mundo.
      E acabou que consegui aquarelar sem medo, procurei seguir os conselhos da Sabrina e não me cobrar tanto. Acho que deu certo ^^
      Beijão! :*

      Excluir
    2. Parece que depois dos cursos, vc vem experiementando bastante e fazendo muitas boas ilustrações. Sinceramente não consigo ver esses bloqueios q vc fala, vc cria tanta coisa! :) E pra mim parece evidente que seus esforços vem dando resultado! :) A autocrítica é parte, mas a diversão tb, né? Acho importante tentar ficar de boas pra fazer arte ser mais leve. :*

      Excluir
    3. Sim os cursos são responsáveis por grande parte das mudanças no meu traço nos últimos meses.
      E acredito que é por ter contato com outras pessoas e poder tirar dúvidas com as professoras que me sinto muito perdida, acho que é mais fácil lidar com o autodidatismo, porque procuramos exatamente o que queremos - o que pode nos deixar numa zona de conforto.
      Mas te digo uma coisa: eu não me cobro nem 1/3 do que me cobrava na época da faculdade kkkk com todos os perrengues, posso dizer que melhorei bastante até! lol
      Beijos :**

      Excluir
    4. Que bom! Que seja cada dia mais leve! :)

      Excluir
  4. Nossa Lidy, você está a cada mais incrível, e olha que te acompanho a muito tempo.
    Adoro as suas ilustrações, da pra ficar horas admirando pq elas re puxam pra dentro da imagem, parece ter uma mágica!
    E essa sereia está divina, tão linda que nem tenho palavras para expressar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Izabella!
      Muito, muito obrigada pelas palavras tão lindas, fiquei emocionada aqui ♥
      Fico feliz por ver que consigo evoluir na minha arte e, ao mesmo tempo, despertar coisas boas para quem vê minhas meninas. Elas saem da minha cabeça e do meu coração, são partes de mim que divido com o mundo. ^^
      Um grande beijo :**

      Excluir
  5. ultimamente, tu tem te superado a cada nova ilustra! T__T só no grafite, eu já tinha achado ela sensacional, e agora a cores, ficou uma escândalo absurdo de lindo! *__* e o quê que é esse cabelo fabuloso? T_T achei ela linda, delicada, elegante e ao mesmo tempo transmite um "q" de poder que, oh... nem sei como descrever! T_T notei que tu mudou o modo de sombrear os lábios e o nariz também...achei bem legal assim. não que da outra forma não estivesse!, mas me parece que deu um ar mais, não sei, maduro, talvez, a ela...menos caricato também, talvez...enfim, lindíssima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! Muito obrigada pelo carinho e incentivo, estou muito feliz com essa ilustração, sabe? Já fazia tempo que vinha insatisfeita com meus trabalhos, parece que dessa vez me livrei dos meus próprios diabinhos, que ficam nas minhas orelhas dizendo que está tudo errado.
      Que bom que vc notou que eu mudei o nariz e a boca! Já faz tempo que venho treinando novas formas de sombreamento e volume, justamente para ficar menos caricato. Tenho problemas estruturais com nariz-boca-orelha, mas os vídeos do Proko estão ajudando muito nessa parte. E a mão saiu bem naturalmente tbm, é outra parte que sempre desafia.
      Beijos! :*

      Excluir
  6. Oi, Lidi, tudo bem? =D A ilustração ficou maravilhosa ♥ A expressão da sereia traz melancolia e delicadeza ao mesmo tempo, que eu acho que reflete muito do conto original e deixa tudo ainda mais belo :3 (Eu não cheguei a ler o conto original, mas sei a história, é bem triste mesmo). Dá pra perceber o cuidado que você teve em todos os detalhes, ficou tudo muito bonito ^^ E essa trança e esse cabelo *w*, adorei a sensação que as ondas passam de ela estar submersa.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila! Super obrigada pelo carinho :)
      Estou curtindo muito os comentários e o feedback de vocês, porque sinto que realmente atingi meu objetivo e consegui passar a história através da ilustração. Gostei tanto que até mudei o header do blog (andava bem insatisfeita com os anteriores).
      Agradeço sempre a atenção e o tempo dispensado em comentar e me apoiar! ♥
      Beijos! :*

      Excluir
  7. aquilo na primeira foto é um livro?onde encontro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tem pra vender aqui: http://www.bookdepository.com/The-Secret-History-of-Mermaids-and-Creatures-of-the-Deep/9780763645151

      Excluir
  8. Eu sempre me sinto meio idiota quando venho aqui, porque sempre comento as mesmas coisas. Mas: que evolução linda, Lidiane. Cê num sabe como eu fico feliz e orgulhosa de acompanhar cada passinho desse. Sua linda. Que sereia maravilhosa! =~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Ju! *--------*
      Orgulho meu ter uma pessoa tão iluminada me acompanhando e me ensinando tanto! :***

      Excluir
  9. Lidy, que lindo isso *_* Acho que é um dos meus desenhos preferidos teus até agora o_o Ficou foda no cabeçalho do blog!

    Mas sério, essa finalização grafite + aquarela ficou incrível, eu preciso tentar isso. Todas as aquarelas que tentei finalizar com caneta ficaram, basicamente, uma B*st@ Essa sereia ficou maravilhosa. E uma dúvida: esse verniz spray que tu passou é o mesmo que usa pra grafite? É ok finalizar aquarela assim? Até agora não passei nada nas minhas porque achei que teria que ser um específico pra aquarela. Ou nada a ver?

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emmy, obrigada pelo carinho! *-*
      Eu vou começar a acompanhar as minhas aquarelas daqui por diante com lápis grafite ou então caneta na cor sépia ou preta super fina, o resultado fica bem mais suave com as 0.5 que eu costumava usar.
      Eu uso esse spray pra tudo, tenho trabalhos de 10 anos atrás que estão intactos, e como aqui é muito úmido, sempre tiro os papéis das pastas de vez em quando, para dar uma olhada, e eles estão com as cores super conservadas, sem fungos, inclusive as aquarelas. Tem o verniz próprio da W&N, da Conté, mas são caríssimos, nunca testei outro e fico bem feliz com o resultado desse da Acrilex.
      Beijos! :*

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário.
Saiba mais sobre os termos de uso do blog clicando aqui.

Subscribe