Dois de Fevereiro 🐚

Todo ano tento fazer uma pequena homenagem à Iemanjá, visto que por aqui sua celebração é bastante popular (e este ano não pode acontecer da maneira tradicional, por conta da pandemia). Dessa vez, a representei dentro de um barquinho de pescador, algo também muito particular da cultura rio-grandina, coroada por uma tiara de conchas e com estrelas prateadas em seu cabelo. Minha intenção era que a figura emoldurasse o barco, assim como as bandeirinhas emolduram as miniaturas que servem como oferenda, e também decoram as embarcações durante a travessia em homenagem à Nossa Senhora dos Navegantes, que acontece no canal Miguel da Cunha, que liga Rio Grande a São José do Norte.

Materiais utilizados

  • Papel para aquarela Canson XL;
  • Aquarelas Van Gogh e White Nights;
  • Pincéis Keramik;
  • Marcadores Pentel e Sakura.
Dia dois de fevereiro
Dia de festa no mar
Eu quero ser o primeiro
A saudar Iemanjá
Dia dois de fevereiro
Dia de festa no mar
Eu quero ser o primeiro
A saudar Iemanjá
Escrevi um bilhete a ela
Pedindo pra ela me ajudar
Ela então me respondeu
Que eu tivesse paciência de esperar
O presente que eu mandei pra ela
De cravos e rosas vingou
Chegou, chegou, chegou
Afinal que o dia dela chegou
Chegou, chegou, chegou
Afinal que o dia dela chegou

Dois de Fevereiro - Dorival Caymmi

Comentários

Form for Contact Page (Do not remove)