Eyes Wide Open

23/03/15


Eu não consigo ficar numa vibe fofa por muito tempo. Mesmo fazendo trabalhos delicados, sempre vai surgir a vontade de extrair das entranhas algo mais impactante, talvez na tentativa de expulsar as energias negativas e renovar meu processo criativo. Foi assim que surgiu a última ilustração, que faria parte da exposição Mulheres, com abertura prevista para o próximo dia 8 de abril, no Praça Rio Grande Shopping (se você é de Rio Grande e região, não deixe de visitar!).

Quando aceitei o convite do Centro Municipal de Cultura, não tive dúvidas de que iria trabalhar novamente com a temática feminina, porém, resolvi fazer uma série de ilustrações inéditas (dá pra acompanhar uns petisquinhos pelo Instagram), pois quero que o público me conheça também por outras coisas, não só pelas Catrinas. Eyes Wide Open acabou ficando de fora por um motivo bobo: foi feita em papel A4, mas o formato ideal para os expositores é A3. #mimimi


Comecei pela aquarela com sal, usei a máscara da Acrilex no contorno da figura, e deixei uma falha à direita para criar o efeito "escorrido". Em seguida, cobri os cabelos com tinta acrílica e finalizei com lápis de cor Polycolor. O resultado:


Sempre que desejo colocar pra fora algo que me incomoda, opto por vazar os olhos das figuras. Como esse é o centro das minhas ilustrações, olhos fechados ou vazados sempre denotarão que algo em mim não está no lugar e eu quero extravasar. É um olhar para dentro de si. O vermelho também tem uma simbologia muito importante nessa figura:

O poder da mulher vem através de seu sangue, por isso ela não deve temê-lo ou desprezá-lo, mas considerá-lo sagrado, imantado com o poder que liga a mulher à Fonte da Criação. - Anuário da Grande Mãe, Mirella Faur.




Já aviso que as ilustrações da exposição seguirão essa linha, e mostrarei todas elas aqui no blog, bem como o processo de criação, os materiais utilizados, os erros e os acertos. 

Abraços,
Lidiane :-)