Another witch (resultado do retrato lilás)

02/07/15


Olá pessoal,

Aqui está o resultado do meu experimento com lilás na coloração da pele. Vocês puderam acompanhar o comecinho desse trabalho aqui e também através do meu Instagram e Snapchat (lidydutra). Demorei bastante nessa ilustração por ser um estudo, algo que eu realmente não sabia muito bem para onde estava indo. Então me permiti prolongar o tempo de execução.

Nenhum mistério quanto aos lápis que usei, indiquei os tons de lilás lá naquele primeiro post, e no restante da figura trabalhei em tons de salmão, marrom, amarelo e vermelho. Se for de interesse de vocês, posso fazer uma resenha sobre os lápis de cor da Polycolor, que são de longe os melhores lápis que eu tenho, indico de olhos fechados, de verdade!


Eu já estava desacostumada a trabalhar com lápis de cor, isso é um lembrete para que sempre dediquemos um pouco do nosso tempo a aperfeiçoar as técnicas que já dominamos. Senti a mão pesada no começo e vi que muito da demora no avanço não se tratava só de descompromisso, era dificuldade em manter o traço contínuo e não sair daquele jeito apressado.

Mas, cá entre nós, a textura do lápis de cor é inigualável, né? Como sou uma admiradora da técnica desde sempre, esses detalhes, volumes e granulados formados no papel são um charme irresistível.


Materiais utilizados:
- papel Canson 200g;
- lápis de cor Polycolor e Derwent (Colour Soft);
- marcadores Copic e Stabilo para detalhes da face;
- marcador Magic Color para o fundo e Poscas.

Minha avaliação sobre o uso de lilás: mais do que aprovado! No detalhe é possível perceber que a cor se une às outras de uma maneira muito elegante, proporcionando uma sombra não tão marcada como quando usamos preto ou marrom. É uma maneira de suavizar a figura, conferindo a ela um ar mais suntuoso. Para quem gosta de desenhar retratos, é uma excelente alternativa. Vou usar muito daqui para frente, e meu próximo estudo será em aquarela.

Quem aí já testou cores fora da sua zona de conforto? Quais dicas dão? Compartilhem nos comentários!

Abraços,
Lidiane ;-)