No sketchbook #5

15/04/16


Hoje é comemorado o Dia do(a) Desenhista, yey!!! E nada tem mais sintonia com a data do que mostrar o que tenho produzido nos meus sketchbooks. No momento, tenho usado com mais frequência o personalizado do Colab55, da Miolito com papel Montval e o Canson One A4.

Não estou seguindo um padrão de desenho: tem horas que faço algo com acabamento melhor, principalmente com Copic, em outros momentos busco um traço mais solto, sempre naquele eterno exercício de me desprender da perfeição.

Produções do sketchbook Fauno






Tem muitas coisas que gosto nesses desenhos, desde o estudo de cores até detalhes da anatomia que eu custava a acertar. Fiquei feliz e surpresa por começar a inserir olheiras nas minhas meninas. É algo em mim que sempre lutei para esconder e que me dava muita vergonha, mas que depois dos 30 aprendi que fazia parte da minha personalidade e que abracei com carinho.

Para quem pergunta sobre a qualidade dos sketchbooks do Colab55, não tenho do que reclamar. O papel pólen é muito gostoso de trabalhar com vários tipos de materiais, já vi algumas pessoas até mesmo usando aquarela, com pouca água.

Produções do Miolito



Eu não gostei dos primeiro desenho, foi um salto de superação no quesito controle descontrolado da aquarela. Uma figura lambida ao extremo, sem luz, sem vivacidade. Depois consegui me soltar melhor, inspirada numa ilustra da Ju Rabelo.

Produções do Canson One



Dois desenhos rápidos, um baseado numa foto da Jess Vieira e outro feito numa madrugada insone. Curti os dois e estou curtindo ainda mais voltar a usar um sketchbook tamanho A4.

Espero continuar produtiva nos meus caderninhos e ser menos controladora com os materiais que uso. E quem quiser acompanhar em tempo (praticamente) real, é só me seguir no Instagram e Facebook.