Projeto Ilustra: Games

30/06/16


O Projeto Ilustra foi proposto pela Ana Blue, do blog 9dades a Solta. Somos um grupo de minas que postará em seus blogs, sempre no último dia do mês, o tema mais votado entre nós. O limite máximo de ilustras é de cinco por participante, dependendo do tempo de cada uma.

O tema escolhido para junho foi games, e eu me senti numa sinuca de bico, pois sou totalmente avessa a esse universo. Nunca me interessei por jogos (até mesmo os de tabuleiro, na infância), então praticamente não existem referências disso na minha vida. Foi aí que meu namorado sugeriu que eu desenhasse alguma personagem feminina de League of Legends.

Escolhi a Diana por ter gostado da skin e também da história. Como qualquer trabalho artístico, tomei licenças poéticas na hora de representar, modificando o cabelo e alguns outros detalhes. Evitei pesquisar fanarts, para não me influenciar pelo traço de outros artistas e acabar fazendo uma cópia. Busquei imagens do próprio LOL e fotos de modelos aleatórias.


Apesar da aquarela tomar 90% do meu tempo nos últimos meses, estava doida para testar esse estojo da Derwent, que comprei numa promoção. Já namorava a linha Drawing há meses e queria muito testar um lápis de mina colorida, cujo intuito não fosse a cor, mas sim, o desenho em si.


Dessa vez consegui fazer várias fotos do processo. Após terminar o esboço, fiz a marcação de onde queria colocar as cores. Trabalhei basicamente com azul e preto, para não fugir muito da atmosfera da personagem. Senti muitos mixed feelings com esses lápis, pra falar a verdade, e arrematei com o Mars Lumograph, que é perfeito para detalhes.


Minhas primeiras impressões sobre a linha Drawing foram as seguintes: a pigmentação e maciez são as já características da Derwent, eles entregam cor com o mínimo de esforço. Porém, para ser um lápis de desenho, achei muito macio, acaba esfarelando com facilidade. Se a mina fosse um pouco mais rígida, talvez, seria melhor para pequenos detalhes. Também é possível esfumar e dar um efeito de pastel seco muito bonito. Recomendo os apontadores da marca, são os melhores que já usei.

O resultado final ficou assim:
Materiais utilizados
- Papel Canson 180g;
- Lápis Derwent Drawing;
- Lápis Mars Lumograph 4B;
- Marcador dourado.

Sempre é bom lembrar que finalizo todos os trabalhos com verniz fixador fungicida e filtro UV.

A skin original, na qual me inspirei.
''Eu sou a luz que percorre a alma da lua.''

Portando sua espada lunar crescente, Diana luta como uma guerreira dos Lunari, uma fé que persiste em existir nas terras ao redor do Monte Targon. Protegida em uma armadura que brilha como a neve à noite, ela é a encarnação viva do poder da lua prateada. Imbuída com a essência de um Aspecto do além do cume de Targon, Diana deixou de ser totalmente humana. Ela vive em conflito com seu poder divino e seu propósito neste mundo. - Texto e imagem extraídos daqui.

Quem quiser ver o que os leitores produziram, é só zapear #projetoilustra pelo Instagram. Mês que vem eu volto, sempre no último dia, com o tema escolhido pelo grupo e uma série de ilustrações legais para conhecer e visitar.