abrir menu
13/06/2018

Como tem sido a experiência docente


Disclaimer: Neste post vou preservar as identidades dos estudantes por motivos éticos, apresentando imagens que não mostrem seus rostos.

Sempre que posto alguma foto referente à escola nas minhas redes sociais, vem uma leva de pessoas perguntar como tem sido a experiência docente, e também deixar recados muito carinhosos, que certamente fazem a diferença no meu dia-a-dia de pessoa ansiosa, que acha sempre que está indo pelo caminho errado.

Trabalhar com crianças pequenas tem sido extremamente diferente de tudo o que já vivi (e olha que tenho bastante história pra contar). Elas são muito receptivas à arte e descobrir coisas novas, sejam materiais, lugares, conceitos, e também muito antenadas no que acontece nas plataformas virtuais, nos super heróis e músicas do momento. Por isso, tento sempre integrar as atividades com o cotidiano delas, sem deixar de apresentar coisas novas e histórias das regiões do mundo que estamos estudando.

Minha base de trabalho é a história da arte pois, a partir dela, é possível contemplar os objetivos de aprendizagem disponibilizados para as escolas, e também oferecer repertório visual diversificado, abrindo bastante margem para as atividades gráfico-plásticas. Tento sempre focar no desenho, que é minha área nativa, pois uma das coisas não tão legais que notei logo no início é que as crianças têm desenhado pouco. 


Uma das primeiras atividades que fiz foi a produção de um retrato e um autorretrato (acima), não só para trabalhar observação e imaginação, como também para despertar o respeito pelas diferenças e pelo espaço dos colegas. Antes de entrar no estudo da história da arte propriamente dito, fiz uma introdução de conceitos básicos como memorização, dimensão espacial, sentido de direção e também elementos básicos da linguagem visual. 



Nas imagens anteriores, alguns trabalhos sobre pintura rupestre, desenvolvidos pelas turmas de 1º ano. A foto que abre esse post é da aula sobre máscaras africanas, que fiz com o 3º ano. A turma confeccionou máscaras em papel kraft, recortes de revistas, barbantes, lã e lantejoulas.


Aqui, eu no Dia Nacional do Livro Infantil, representado a Cuca do Sítio do Pica-Pau Amarelo hahaha. Foi um dia muito divertido, várias professoras encarnaram personagens de Monteiro Lobato, e eu pude me realizar ao entrar com a trilha sonora da sensacional Cássia Eller! Acho que as crianças passaram uma semana me chamando de Cuca hehehe...

Eu vou criar uma categoria específica para assuntos relacionados ao ensino de Artes, chamada Sala de Aula. Por enquanto, queria só matar a curiosidade de quem sempre pergunta pelas aulas, mas aos poucos quero sistematizar postagens de ajuda, como planos de aula e atividades para quem ministra aulas para Educação Infantil e Anos Iniciais. Tem muito material bom para os Anos Finais e Ensino Médio, mas senti bastante dificuldade em relação aos pequenos, por isso, quero usar minha experiência para montar um pequeno repositório para ajudar outros(as) professores(as).

Me acompanhe nas Redes Sociais para ver mais novidades.

10 comentários:

  1. *..* Adorei a iniciativa e o post.

    Como é incrível poder ensinar aos pequeninos sobre o mundo da arte. Nossa, estou super empolgado com essa "nova categoria de posts". Ansioso....

    Sempre gostei de ensinar, mas nunca houve a oportunidade de passar isso à frente didaticamente. Acho incrível!

    Na escola, apenas por um ano, tive aula de artes e era incrível. Lembro de fazermos cestos de canudos de papel jornal enrolado e colado. Sempre quis ter mais aulas assim, que me incentivassem artisticamente e que me ensinassem mais sobre arte. Acho isso tão incrível, que quando fiz o curso de comunicação visual, me pendurava em cada palavra que o professor falava sobre história da arte.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me sinto o próprio Bilbo na jornada inesperada hahahahaha

      Mas o trabalho com as crianças, de uma forma geral, compensa muito. Elas têm um carinho que não se vê nos adultos, são amorosas com uma sinceridade que te deixa sem chão.

      Quando pisei na sala de aula pela primeira vez, achei que não daria conta. Mas aos poucos fui pegando o jeito, e hoje já consigo me planejar e pensar no quanto eles vão gostar do que vou mostrar. Vida de professora é difícil, mas tem essa compensação sentimental que muito ouvi falar e achava que era bobagem, mas é real.

      Já estou sistematizando assuntos para a tag, em breve posto mais!

      Excluir
  2. Que amor, Lidy! Amei esse novo blog. Parabéns pelo trabalho impecável de sempre! Teus alunos e alunas são muito sortudos! Beijos e muito sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mitch, minha querida! Obrigada pelo carinho e por vir aqui apreciar meu cantinho renovado ❤️
      Beijão!!

      Excluir
  3. Aí que tudo esse novo caminho! Que seja bem vindo ao blog !!
    Lidy eu também sou a pessoa ansiosa que acha que está indo pelos caminhos errados ! Ri alto em ler isso !
    Acho incrível como as crianças se expressam através dos desenhos
    Também tenho essa linha de estudo com eles, elementos da linguagem visual e história da arte ! Tenho investido em bastante material para isso. Mas confesso que nenhum me encantou tanto, acho muito solto, por isso cada material acabo tirando uma ideia ou outra coisa...de outro material outra coisa... Mas ajuda !
    Acho extremamente escasso na área da arte material voltado para os pequenos o que é uma pena.
    Parabéns Lidy adorei que tenha iniciativa dessa área aqui também!!!
    😗😗

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tamires, fico feliz que tenha gostado do layout novo do blog, ainda estou fazendo uns pequenos ajustes ❤️

      Eu sou muito ansiosa, tenho mania de perseguição e acho que tudo está ficando um horror, mas essa semana aconteceu uma coisa muito linda: um menino do 2º ano escreveu uma cartinha pra mim, mas esqueceu em casa e pediu para a madrinha ir buscar e me entregar na hora do recreio... e ela foi! E ele entregou aquele bilhetinho escrito "professora de artes"que encheu meu coração de alegria e me fez acreditar que estou no caminho certo, apesar da insegurança.

      Eu comprei muitos materiais, principalmente livros com atividades que integram a história da arte com a vivência delas, mas é bem como você falou, eles são bem genéricos (e muitas vezes pedem materiais que são impossíveis de trabalhar em escola pública), então faço isso também de juntar um pouco de um com um pouco de outro. Também costumo dar uma olhada no Portal do Professor, mas a maioria das atividades é para o 6º em diante...

      Tamires sinta-se à vontade para contribuir com essa minha série de posts, se você quiser dar uma dica ou compartilhar uma experiência com seus alunos, meu espaço está aberto! Acho muito importante ter aonde recorrer, principalmente para quem está chegando agora na sala de aula e encontra muitos obstáculos. Espero poder deixar um bom guia para colegas da área.

      Beijão!!!!

      Excluir
  4. Lidy eu me sinto honrada com o convite !!! Com toda certeza podemos combinar, vai ser um prazer !!
    Acho que faz falta sim um espaço assim para as pessoas que estão ingressando nesse mundo ! Pois como nós ansiosas demais cheias de manias devem ter milhares por aí perdidas que talvez encontrem o conforto aqui mesmo !!
    Vai ser um prazer para mim !!! 😙😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que você aceitou! Vamos pensar em posts bem bacanas para ajudar nossas colegas. Quero muito que essa tag seja um espaço de acolhimento para quem busca não só ideias para suas aulas, como também conforto e uma palavra amiga.

      Bjks!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e por deixar o seu recado. Os comentários são moderados para que eu possa responder a todos com atenção. Caso for comentar em postagens antigas, favor levar em consideração a data de publicação, pois minha opinião pode ter mudado com o tempo. Saiba mais sobre os termos de uso e política de privacidade do blog clicando aqui.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial