Trança 🍂

06/03/22

 


Uma trança castanha, chamando o outono, com aquele efeito de cabelos que eu amo fazer. Trabalho feito com lápis de cor comum, da linha escolar da Faber-Castell. Muitas vezes, as pessoas se apegam ao material, pois acham que é necessário ter coisas muito caras para produzir. Mas não é o material que faz o artista, longe disso!

Claro que materiais profissionais e de alta qualidade facilitam muito o nosso trabalho, mas sem estudo e constância, não adianta ter o melhor, ou o mais caro. O material auxilia (e muito, principalmente se você vai vender seu trabalho e pensa na durabilidade), mas para estudar ou se jogar numa técnica nova, vale a pena começar pelo mais baratinho.

E sempre que me encontro numa situação de frustração, seja com a rotina ou com meu próprio processo, recorro a esses materiais de conforto para me realinhar. Lembrando que também não há nada de errado em procurar a tão falada zona de conforto, se ela traz equilíbrio e estabilidade em momentos de tensão, principalmente naquelas vezes em que a síndrome de impostor está batendo a nossa porta.

Sentir segurança nos nossos processos criativos e aprimorar aquilo que nos traz confiança não deveria ser errado ou covarde, mas sim um ato de amor para com nós mesmos e com a nossa arte. Espero que essa mensagem sirva de inspiração para o começo desse mês. 💛