abrir menu
11/12/2018

Laguna 🌅


Depois do hiato pós-Inktober (meus últimos trabalhos acabados já têm quase dois meses), voltei com uma ilustração feita com lápis de cor, que sempre vai ser um dos meus materiais favoritos.

Esses dias rolou uma discussão bem interessante lá no GAG, sobre como encontrar motivação para desenhar diante de uma rotina atribulada e do cansaço por ela gerado. O que tem funcionado comigo é não sentir culpa. Faço o que posso, quando posso. Deixei de lado as encomendas e hoje me dedico somente aos projetos pessoais. O que ganho como professora garante meu sustento, por isso pude dar outro status para minha arte. Depois que entendi essa nova realidade, voltei a sentir prazer em produzir, mesmo reduzindo o ritmo. Claro que essa não é a realidade de quem vive 100% de freela, mas se você divide seu tempo com emprego em meio período ou integral, tente descansar o suficiente e não sinta culpa. 



Comecei pela pele, trabalhando com tons mais quentes, puxados para o laranja (o anúncio da cor do ano pela Pantone só veio dias depois hehehe), quem me acompanha há mais tempo sabe que não costumo usar bege puro para colorir peles claras, mas sim trabalho construindo tons sobre marrons, sépias, laranjas, rosados, vermelhos e por aí vai. Em seguida, cobri os cabelos com a brush pen da Pentel e gostei bastante do contraste.

Para a água, usei desde azul da Prússia e verde folha até rosa. Foi bastante difícil e acredito que não consegui chegar num resultado satisfatório para essa água, pois foi a primeira vez que tentei esse efeito com lápis de cor. Talvez com aquarela fosse mais fácil, pois tenho ainda na memória os ensinamento que a Sabrina passou em seu curso e vários exemplos para me guiar. Mas mesmo assim quis arriscar, afinal, como saberei se vou conseguir se não tentar, não é mesmo?


Materiais utilizados

  • Papel Nostalgie Hahnemühle;
  • Lápis de cor Polycolor Koh-I-Noor;
  • Brush pen Pentel;
  • Multiliner Copic e caneta gel dourada para os detalhes.


Não esqueça que no post anterior tem presente! São três modelos de calendário 2019 para download gratuito (uso pessoal), com ilustrações que gostei de fazer em 2018. É só clicar aqui.

Conheça meu portfólio profissional

2 comentários:

  1. O desenho ficou muito bonito Lidy. Apesar do que disse, gostei muito da forma como construiu a água.
    É bom se desligar um pouco também, eu já pensei em transformar o que faço em dinheiro, depois desisti. Para mim, pintar atualmente é minha terapia.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mateus! Eu preciso treinar mais (muito mais) cenários e paisagens de uma maneira geral. Com aquarela geralmente resolvo essas coisas com manchas, mas na hora de fazer algo mais elaborado, sempre apanho. É a eterna meta de ano novo: melhorar nos cenários.
      E ter parado de produzir encomendas foi uma das melhores coisas que me aconteceu. Focar em projetos pessoais e naquilo que gosto foi um divisor de águas.

      Abraços!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e por deixar o seu recado. Os comentários são moderados para que eu possa responder a todos com atenção. Caso for comentar em postagens antigas, favor levar em consideração a data de publicação, pois minha opinião pode ter mudado com o tempo. Saiba mais sobre os termos de uso e política de privacidade do blog clicando aqui.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial