Oxum ✨

07/01/22


De acordo com a tradição da Umbanda aqui do RS, 2022 será regido pela mãe Oxum, e resolvi prestar minha homenagem à orixá com uma aquarela em muitos tons de amarelo e dourado, chamando a riqueza que ela merece.


Embora o amarelo vivo não seja mais uma cor presente na minha paleta (vou escrever mais adiante como tenho definido minha paleta de cores pessoal) consegui utilizar o tom mais quente (amarelo cádmio) misturado a outras cores, que conferiram uma tonalidade geral mais próxima ao que uso, sem tirar a vibração que eu queria passar na pintura. Também aproveitei para colocar em prática ensinamentos que fazem toda a diferença no meu trabalho.



Fiz a marcação dos valores de forma diferente, colocando um fundo azul ultramar em toda a figura. Depois, fui construindo as camadas com uma mistura de azul ultramar e alizarin crimson, com alguns toques de sépia. Esse tipo de coloração para pele negra aprendi com a Sabrina Eras, que é construir a base em tons azulados e não com o marrom quente logo de cara. Fica muito mais natural.


A finalização também foi feita com o pastel seco, que fica mais sutil que o lápis de cor. Para as rosas, usei amarelo cádmio, ocre e laranja, para dar profundidade. O resultado:

Materiais utilizados

  • Papel para aquarela Canson XL;
  • Aquarelas Van Gogh;
  • Pastel Seco Derwent;
  • Marcadores Pentel.
"Oxum é uma deusa das águas doces, e seu domínio é o amor, a beleza e a criação. Ela é um dos sete principais orixás e é homônima a um rio na África Ocidental. A lenda diz que Oxum é a fonte de poder de todos os outros orixás. Ela faz todas as coisas fluírem no universo, tanto pelo amor quanto pela força, e foi enviada pelos outros orixás para intervir diante de Ogum, o orixá das ferramentas e pai da civilização, que se cansou de criar e cessou a evolução do mundo. Oxum foi a única capaz de levantar o ânimo dele e de incentivá-lo a voltar a criar. Oxum também é a única deusa capaz de transmitir mensagens entre o mundo mortal e o Criador Supremo no paraíso." - Divinas Mulheres, de Ann Shen.

Comentários

  1. Menina, adorei ver a técnica de coloração em azul. Ficou maravilhoso, minha ídola!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e por deixar o seu recado. Por favor, leve em consideração a data do post, pois minha opinião pode ter mudado com o tempo, e alguns links podem estar quebrados. Conheça os termos de uso do blog antes de comentar.