Wild Spirit ūüćÉ

10/09/2021


Ano passado eu havia pensado numa proposta de refazer alguns trabalhos antigos, em comemora√ß√£o aos 10 anos do bloguinho. Veio a pandemia, me desanimei, refiz a proposta no meio do caminho, mas fiquei com essa vontade de, de tempos em tempos, voltar a alguns desenhos do passado e pensar em novas formas de reinterpret√°-lo. E um dos trabalhos que j√° estava na minha lista √© um que acabei deletando o post original, mas ele ficou na minha pasta do Pinterest, que ainda guarda umas antiguidades: chama Ventania e mostra uma mulher de longos cabelos, segurando uma b√ļssola e com uma coruja no ombro.


Esse trabalho originalmente é um A3, e eu realmente amei toda a proposta na época. Esse cabelo foi uma delícia fazer e a corujinha é um xodó. Com o passar dos anos, vi que poderia melhorar algumas coisas, afinar e amadurecer um conjunto de ideias que estavam ali, latentes. E foi isso que fiz agora.


Uma das primeiras coisas que pensei foi que esse trabalho merecia ganhar cor. Adoro trabalhar s√≥ com grafite, mas tamb√©m tenho me empenhado em construir uma paleta de cores pessoal, que represente meu amadurecimento enquanto pessoa e artista. Que fale sobre a minha jornada e o que gosto de retratar. Por isso, comecei pelo estudo da paleta. Em seguida, resolvi retirar alguns elementos e inserir outros: a tatuagem de filtro dos sonhos se tornou uma lua tr√≠plice e a m√£o j√° n√£o segura uma b√ļssola, mas sim abra√ßa o corpo, num gesto de encontro e entendimento pessoal: n√£o preciso mais buscar externamente aquilo que encontrei no meu interior. Tamb√©m acrescentei ramos de alecrim estilizados, que √© uma planta que afasta os pensamentos negativos.



Outro ponto importante é em relação ao papel: usei uma gramatura inferior ao que costumo usar para aquarela e o resultado foi bastante satisfatório. Para quem não deseja construir muitas camadas e ainda deseja trabalhar com outros materiais por cima, 220g é uma boa gramatura. Depois de inserir o fundo em aquarela, fiz todos os detalhes com lápis de cor e marcadores, a mistura de materiais que mais amo. O resultado:



Materiais utilizados

  • Papel Concept Sketch & Draw Hahnemuhle 220g;
  • Aquarelas Van Gogh;
  • Pinc√©is pelo sint√©tico Giotto;
  • L√°pis de cor Polycolor Koh-I-Noor;
  • Marcadores Pentel.



2012 x 2021


Esse foi mais um trabalho que me deixou extremamente feliz por (re)fazer e me mostrou dire√ß√Ķes art√≠sticas que desejo tomar daqui por diante. S√£o as cores, os temas e as formas que quero explorar na minha arte, principalmente porque m√™s que vem estou de anivers√°rio, ent√£o essa √©poca sempre √© significa um momento de fazer muitos estudos e ilustra√ß√Ķes que falam diretamente ao meu cora√ß√£o.


Alguns acreditam que apenas um grande poder √© capaz de manter o mal sob controle. Mas n√£o √© isso que tenho visto. Eu descobri que s√£o as pequenas a√ß√Ķes cotidianas de pessoas comuns que mant√™m a escurid√£o distante. Pequenos gestos de gentileza e amor. — Gandalf

Coment√°rios

Muito obrigada pela visita e por deixar o seu recado. Por favor, leve em consideração a data do post, pois minha opinião pode ter mudado com o tempo, e alguns links podem estar quebrados. Conheça os termos de uso do blog antes de comentar.